quarta-feira, 29 de abril de 2009

Virada Cultural é aqui

Vem comigo!


Ah a Virada Cultural, que coisa mais bela. É uma das iniciativas mais legais da Prefeitura, que revive a cidade e a arreganha pro pessoal que ta aí de bobeira. Tudo bem, em dias normais você pode andar pela Rua Direita às 3h00 num dia e não ser MUITO assaltado/estuprado, mas certamente não se sentirá pertencente à cidade, ou mesmo bem com aquilo que ela, não só te proporciona, mas pra qualquer morador ou qualquer um que esteja por ali.

Não que maquiar a situação por uma noite seja o ideal, mas essa coisa borbulhante que vira o Centro e região durante essa madrugada específica é revigorante. É bom ver um show da Orquestra Imperial num domingo de manhã; umas pessoas penduradas no Viaduto do Chá andando pelas paredes no meio da madrugada; pegar um pedacinho do show do Vanguart no Pátio do Colégio e ver os sensacionais Lobão, seguido pelos míticos do Ultraje a Rigor. Putz, e como foi bom. Assim como foi foda fugir aquele show do Racionais na Sé, mas que foi bom enquanto durou.

Nisso deixo a vós minha programação pra essa noitada que chega, prezando pelos lados da Praça da República na presença de zumbis. Agüenta coração!

Começando pelo Cine Dom José
18h00 Zombie, a volta dos mortos-vivos
20h00 O Zumbi (1933)

Aí vai pra República:
22h40 Próspero Albanese e Joelho de Porco (república)
00h10 Camisa de Vênus ou (república)

Uma passadinha na Conselheiro Cipriano ver Macaco Bong e pegar um teço do lotadaço Tim Maia Racional, na São João.
02h30 Macaco Bong (Conselheiro Cirpiano)
03h00 Tim Maia (São João)

Resto da madruga na República, aí o bicho pega.
05h20 MQN
06h50 Matanza
08h30 Vanguart

(FRITO)

E aí o gran finalle:
12h00 Nação Zumbi
15h Novos Baianos (luz)
17h20 Ike Willis e a Central Scrutinier Band (República)

E pronto, já pode morrer feliz.

Um comentário:

Mina disse...

Isso sem contar todas as coisas que vão aparecer no meio do caminho e te fazer perder o foco e ver outras coisas e se perder de novo e voltar. Muito divertido!