sábado, 25 de agosto de 2007

Quem gosta, justifica - Parte 2



Alegria: É quentinho e gostoso.

Álcool: Faz pensar e agir melhor, são tantos pudores e alucinações.

Projeções: A gente quase nunca é ou está no lugar que gostaríamos.

Amor: Sentir-se bem só em saber que outra pessoa está feliz é fácil, confortável e gratificante. Quase impossível de se conseguir, difícil de sobreviver, mas transborda pra mundo.

Coisas de Coração e Alma: Que parecem gente, mais que muita gente. Livros, músicas, filmes e pessoas repletas de confusão, ilógica e sentimentos pesados.

Simplicidade Enrustida em Sofisticação Infundada: Fala de jeito difícil e melodia elaborada aquilo tudo que todo mundo já sabe...Mas a beleza está em mostrar coisas simples e simplórias de um jeito único e sonoro, condizentes.

Paladares: Comer é nostálgico e novo. Cada vez que você come lembra de gostos e sensações que parecem familiares mas são sempre novas. É estranha essa sensação de não-pertencimento, mas estimula sempre a experimentar algo pra voltar a sentir o mesmo prazer, confuso não?

2 comentários:

Júlio disse...

"Comer é nostálgico e novo" nham nham rosquiiiiinhas

Cris Taguchi disse...

Quem ama educa! hohohoh

Transborda.